@ET-DC@eyJkeW5hbWljIjp0cnVlLCJjb250ZW50IjoicG9zdF90aXRsZSIsInNldHRpbmdzIjp7ImJlZm9yZSI6IiIsImFmdGVyIjoiIn19@

Denise Carrascosa é doutora em crítica literária e cultural, tradutora literária, advogada e professora adjunta de literatura na Universidade Federal da Bahia, na graduação do Instituto de Letras e no Programa de Pós-graduação de Literatura e Cultura. Lidera o projeto de pesquisa Traduzindo no Atlântico Negro e coordena, há 9 anos, o projeto de extensão Corpos Indóceis e Mentes Livres – trabalho de produção de oficinas de escrita literária e performance no Conjunto Penal Feminino do Complexo Penitenciário Lemos Brito, na Bahia, onde construiu, junto com mulheres presas sentenciadas, a Biblioteca Mentes Livres (2013), possibilitando remição de pena pela leitura. Autora do livro Técnicas e políticas de si nas margens: literatura e prisão no Brasil pós-Carandiru (2015); co-autora de Cartografias da subalternidade: diálogos no eixo Sul-Sul (2014); organizadora de Traduzindo no Atlântico Negro: cartas náuticas afrodiaspóricas para travessias literárias (2017). Participa do Conselho Editorial da Editora Ogum’s Toques Negros.

Contato

11 + 9 =

Share This