Everaldo Duarte, nascido em 1937, no antigo logradouro chamado Pedra da Marca, defronte à ladeira de São João na Avenida Cardeal da Silva, Everaldo Conceição Duarte cresceu vivendo as transformações ocorridas na paisagem social econômica e religiosa na comunidade chamada Bogum, desde os anos quarenta.

Neto carnal de Maria Valentina, Mãe Runhó, sobrinho carnal de Maria Evangelista, Gamo Lokossi, ambas dirigentes dessa comunidade, cada uma a seu tempo, foi suspenso para Ogã Agbagigan em 1942 e confirmado, após muitas reflexões e pesquisas. Desde então, tem se voltado ao trabalho de orientação e a contar histórias aos mais novos e interessados na questão afroreligiosa do lado do Jeje. Nesse universo de palestras, esteve contando histórias e estórias, palestrando na Argentina, no Benin, em Cuba, em Nova Iorque e em vários estados do Brasil.

Diplomou-se Economista pela Universidade Católica de Salvador e foi um dos diretores da SECNEB, Sociedade da Cultura Negra do Brasil, e Coordenador Nacional do INTECAB, Instituto Nacional da Tradição e Cultura Afro-Brasileira.