Ruy Espinheira Filho nasceu em Salvador, Bahia, em 1942. Publicou 20 livros de poemas e onze em prosa, ficção e ensaio. Recebeu o Prêmio Nacional de Poesia Cruz e Sousa, em 1981, o Prêmio Rio de Literatura (romance, 1985, 2º. Lugar), o Prêmio Ribeiro Couto (poesia, 1997), o Prêmio da Poesia da Academia Brasileira de Letras (2006) e o Prêmio Jabuti 2006, (2º. lugar). Finalista do Jabuti mais três vezes (1997, 2002, 2010), duas do Nestlé (1987 e 1997) e indicado a Prêmio Portugal Telecom em 2008, 2009, 2010 e 2013, Ruy ensinou na Universidade Federal da Bahia por 35 anos, 20 na Faculdade de Comunicação e o restante no Instituto de Letras. Foi correspondente na Bahia da revista Ficção e do Pasquim. Em 2012 lançou sua obra poética reunida: Estação infinita e outras estações. Depois saíram mais três livros de poemas e um romance. Ainda em 2018 deverá ser publicada a Nova antologia poética.