Sérgio Túlio Caldas é jornalista, escritor, diretor de TV e roteirista. Ganhador do Prêmio Jabuti – principal premiação da literatura brasileira –, com o livro “Com os Pés na África” (Editora Moderna), em 2017, Sergio Tulio é um viajante contumaz: tem pegado estrada das Américas à África, do Caribe à Ásia, para escrever, fazer reportagens e gravar documentários.
Trabalhou para importantes veículos de comunicação do País, como o jornal O Estado de S.Paulo, revistas Veja e Os Caminhos da Terra, TVs Gazeta e Record.

Tem roteirizado e dirigido documentários e séries para o canal National Geographic, e para tvs públicas brasileiras. Para o NatGeo, entre outros programas, escreveu a série de 10 episódios “Nos Caminhos de Che”, roteirizou a primeira temporada de “Tabu/Brasil”, alguns episódios de “A Verdade de Cada Um” e dirigiu o seriado, também de 10 episódios, “Parques de São Paulo”.
Na África, por onde viajou e morou durante um ano, dirigiu um programa de jornalismo e entretenimento exibido na TV Pública de Angola, TPA.

No mundo dos livros é autor, entre outras obras, de Nas Fronteiras do Islã (Record), Terra sob Pressão – A vida na era do aquecimento global (Moderna) e Café/Um Grão de História (Dialeto) – os dois últimos finalistas do Prêmio Jabuti. É de sua autoria uma série de livros sobre animais brasileiros ameaçados de extinção (Peixe-boi; Arara-azul e Muriqui, editora DBA).
Neste ano, irá lançar, também pela Moderna, Água – Precisamos falar sobre isso – livro que investiga a situação da água no planeta, a partir de suas experiências e observações a respeito do recurso hídrico em diversos países por onde tem viajado.

Natural de Belo Horizonte, Sergio Tulio Caldas mora em São Paulo desde os anos 1980.