Walter Cézar

Operário do Polo Petroquímico de Camaçari, foi demitido em 1981 por recitar poemas em portas de fábricas. Criou o selo alternativo Edições Tupyhanarkus e editou antologias, revistas e diversos mini livros. Sua poesia segue uma linha romântico-simbolista, tendo como referências, Charles Baudelaire, Arthur Rimbaud, Allen Ginsberg e no Brasil Roberto Piva. Também artesão, mora na Aldeia Hippie de Arembepe, distrito de Camaçari.

Contato

12 + 9 =

Share This